foto13.jpg
Está aqui:   Início Notícias
Notícias
A toda a Família Carmelita PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Caros Irmão e Irmãs no Carmelo!

Gostaria de, neste momento, vos dirigir a todos uma saudação fraterna e amiga!Como certamente sabeis, no passado mês de Abril – 21 a 23 –, o Comissariado Geral da Ordem do Carmo esteve reunido em Capítulo na nossa Casa Beato Nuno, em Fátima. Tomámos decisões e traçámos orientações para o triénio 2008-2011. Foi eleito um novo Conselho do Comissariado. Os meus confrades pediram-me para exercer o serviço de Comissário-Geral. Nessa condição, aproveito este excelente veículo de informação para saudar toda a Família Carmelita. Esta Família engloba todas as instituições e pessoas que se inspiram na Regra de Santo Alberto e na tradição e valores contidos na Espiritualidade Carmelita. É agradável sentir que sou irmão entre muitos irmãos espalhados pelo mundo e, de um modo particular, presentes em Portugal. E que todos procuramos encarnar na vida o ideal carmelita: “pela Oração, viver em Fraternidade ao serviço dos Irmãos”.

Agradeço ao Comissário-Geral anterior o seu empenho e dedicação. Agradeço ao Conselho que o ajudou e acompanhou. Agradeço a todos os confrades o trabalho e ânimo colocados na vida do Comissariado, de um modo particular àqueles que colaboram mais directamente com os diversos ramos da Família Carmelita. Agradeço a todas as monjas a sua oração e afecto. Agradeço a todas as outras religiosas que assumem o ideal carmelita para a sua vida. Agradeço a todos os animadores dos diversos locais onde há instituições e pessoas ligadas ao nosso carisma.

Ao iniciar esta missão, apelo ao vosso sentido de Família Carmelita.

Que todos caminhemos lado a lado ao longo deste triénio! Procurarei colaborar com todos, dentro das minhas possibilidades! Estarei disponível para acolher as vossas sugestões e partilhas de vida! Que todos vivamos como “ramos da mesma videira”, que é Jesus e o seu Evangelho!

Podeis contactar-me, via e-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Que Nossa Senhora do Carmo vos proteja e ajude com a sua presença maternal.

Unido no Carmelo,

Frei Agostinho Marques de Castro, O. Carm.

 
Beatificação da Madre Candelária PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 Image

Hoje, 27 de Abril de 2008, é beatificada, na capital venezuelana, a Madre Candelária de São José (Susana Paz Castillo Ramírez – 1863-1940), virgem, fundadora da Congregação das Irmãs Carmelitas da Ordem Terceira Regular da Venezuela. É a segunda venezuelana a ser elevada aos altares.

A cerimónia solene tem lugar em Caracas e é presidida pelo Cardeal português José Saraiva Martins, perfeito da Congregação para a Causa dos Santos, como delegado do Papa. Presentes, em nome da nossa Ordem, o Prior Geral – Pe. Fernando Millán Romeral, O. Carm.; o Conselheiro para as Américas, Pe. Raul Maravi, O. Carm. e o postulador da causa, Pe. Felip Amenos Bonet, O. Carm.

Nascida em Altagracia de Orituco a 11 de Agosto de 1863, Susana Paz Castillo Ramírez (seu nome de Baptismo) acolheu com entusiasmo o chamamento de deus à santidade e, desde muito jovem, sobressaiu na prática da caridade viva e efectiva, com a qual atendeu, consolou e curou os doentes e feridos que as contendas bélicas tinham deixado nas ruas da sua cidade natal. Animada pelo prebítero Sixto Sosa, mais tarde Bispo de Cumaná, consagrou-se ao serviço dos doentes no Hospital “Santo António”, fundado em 1903, em Altagracia de Oriuco.A seguir, em conjunto com o padre Sosa, iniciou a fundação de uma nova Congregação Religiosa dedicada ao serviço dos pobres, a qual foi definitivamente constituída em 31 de Dezembro de 1910, com o nome de “Congregação das Irmazinhas dos Pobres de Altagracia de Orituco”. Posteriormente, a Congregação agregou-se à Ordem do Carmo e tomou o nome de Terceiras Carmelitas Regulares. Hoje são conhecidas como Irmãs Carmelitas Venezuelanas ou Carmelitas da Madre Candelária.

Com muito entusiasmo, apesar das dificuldades económicas da Congregação e da escassez geral de recursos, a Madre Candelária realizou um extenso trabalho de atenção aos feridos das guerras e aos doentes mais pobres, manifestando uma grande confiança na Divina Providência e amor intenso aos mais necessitados. Fruto dos seus esforços foi o estabelecimento de vários hospitais nas planícies e no oriente do país, quando a atenção do Estado à saúde era muito deficiente.

Pelo seu ardente amor a Deus e pela sua entrega generosa e abnegada aos pobres, sob a direcção dos bispos e em companhia das religiosas da sua congregação, esta nova beata venezuelana é hoje exemplo de virtudes, das quais se destaca a sua fé viva e intensa em Jesus Cristo, nosso único Salvador, a união e o amor à Igreja (particularmente aos Bispos da Venezuela) e a mais viva caridade para com os mais pobres. - Fonte: CITOC -

 
Frei Rui Pedro Leite Ferreira professou solenemente PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Hoje, dia 26 de Abril de 2008, pelas 11, 30 horas, na Comunidade Carmelita da Quinta da Mata, Lordelo, Felgueiras, o Frei Rui Pedro Leite Ferreira pedia para fazer parte, de pleno direito, da Família da Ordem do Carmo em Portugal com estas palavras: “eu, Fr. Rui Pedro Leite Ferreira, consciente de estar consagrado a Deus pelo vínculo da vida religiosa, peço‑te humildemente, Fr. Agostinho Castro que me permitas fazer a profissão solene nesta família da Bem‑aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo para glória de Deus e serviço da Igreja”.O celebrante, Frei Agostinho Castro, Comissário Geral, interrogou-o acerca das suas disposições e o Frei Rui Pedro foi respondendo: “Irmão caríssimo: pelo Baptismo, morreste para o pecado e foste consagrado ao Senhor. Queres agora consagrar‑te mais intimamente a Deus por este novo título da profissão solene”? -“Sim, quero”. “Queres com o auxílio da graça de Deus, abraçar para sempre a mesma vida de perfeita castidade, obediência e pobreza, que Cristo Senhor e a Virgem Sua Mãe para si escolheram”? - “Sim, quero”. “Queres, à imitação do profeta Elias, entregar‑te a Deus e servi‑lo com zelo ardente na vida apostólica”? - “Sim, quero”. “Queres a exemplo da Virgem Maria, entregar generosamente a tua vida em obséquio perpétuo a Jesus Cristo”? - “Sim, quero”. Frei Agostinho: “Deus que em ti iniciou uma tão boa obra, a leve a bom termo, pela intercessão da Bem‑Aventurada Virgem Maria”Rezadas as Ladainhas, o Frei Rui Pedro Professou assim publicamente a sua entrada, de pleno direito, na Ordem: Eu, Fr. Rui Pedro Leite Ferreira, com plena Confiança e firme vontade, consagro‑me totalmente a Deus e, seguindo os exemplos notáveis da virgem Maria, Mãe de Deus, e do Profeta Elias, nosso Pai, determino viver em obséquio perene de Jesus Cristo. Por esta razão, na presença dos Irmãos, e nas tuas mãos, Fr. Agostinho Castro, faço votos a Deus de castidade, pobreza e obediência para sempre, segundo a regra e as constituições da ordem dos Irmãos da Bem‑aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo. Por esta profissão, incorporo‑me a esta família a fim de poder alcançar a caridade perfeita, com a graça do Espírito Santo e a intercessão da Virgem Maria, vivendo ao serviço de Deus e da Igreja”.

Image

O Frei Rui Pedro Leite Ferreira, nasceu a 29 de Maio de 1978, na freguesia de S. João do Souto, concelho de Braga, no distrito de Braga, Filho de José Joaquim Ferreira e de Custodia Ferreira Leite. Fez os seus estudos primários e preparatórios em Santa Maria de Aveleda (Braga). No ano de 1994 entra para o Seminário Carmelita do Sameiro, onde vem a permanecer durante cinco anos e onde completa o décimo segundo ano de escolaridade.Em 1999,vai para Casa da Mata, Felgueiras onde dá lugar a um estudo e uma vivência mais profundos do carisma carmelita. Assim, a oito de Setembro de 2000, celebrou a sua Profissão Simples. Como Professo Simples, volta para a Comunidade Carmelita do Seminário Carmelita do Sameiro. Em 2005, foi transferido para a Comunidade Carmelita de Beja, onde se integrou nas actividades comunitárias, pastorais e sociais das paróquias sob a responsabilidade daquela comunidade. No ano seguinte foi transferido para a comunidade da Quinta da Mata – Felgueiras, onde desempenha tarefas na comunidade e nas paróquias a ela confiada.

 
Novo Comissário Geral da Ordem do Carmo PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

O Frei Agostinho Marques de Castro foi eleito, hoje, 21 de Abril de 2008, Superior Maior da Ordem do Carmo em Portugal para o triénio 2008-2011.

Image

O Frei Agostinho Marques de Castro nasceu a 9 de Setembro de 1974. Natural de S. Paio de Figueiredo, Concelho de Guimarães. Entrou no Seminário Carmelita do Sameiro em Setembro de 1986. Fez o Noviciado em 1993-1994 na Quinta da Mata. Emitiu a Profissão Simples a 8 de Setembro de 1994. Estudou Teologia na Universidade Católica em Braga, onde terminou a licenciatura em 1999. Emitiu a Profissão Solene em 27 e Novembro de 1999. Ordenado diácono a 29 de Janeiro de 2000. Ordenado Sacerdote a 6 de Agosto de 2000. Enquanto religioso carmelita, viveu nas comunidades de Santo António dos Cavaleiros e do Sameiro, Braga, onde se encontra actualmente.

 
Novo Governo do Comissariado Geral da Ordem do Carmo em Portugal PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 Image

 

Além do Comissário Geral, Frei Agostinho Marques de Castro, foram também eleitos, a 21 de Abril de 2008, os 4 Conselheiros que, em conjunto, constituem o Governo do Comissariado Geral da Ordem do Carmo em Portugal para o triénio 2008-2011:

·     Frei Francisco José Rodrigues – Nasceu a 15 de Novembro de 1943, em Ribeira de Pena. Fez a Profissão Simples em 08 de Setembro de 1963, a Solene em 14 de Maio de 1967 e foi ordenado sacerdote a 19 de Julho de 1970;

·     Frei Ricardo dos Reis Rainho - Nasceu a 19 de Outubro de 1964, em Fátima. Fez a Profissão Simples em 21 de Setembro de 1986, a Solene em 02 de Setembro de 1989 e foi ordenado sacerdote a 2 de Setembro de 1990;

·     Frei Henrique Martins - Nasceu 01 de Julho de 1936, em Miranda do Douro. Fez a Profissão Simples em 04 de Agosto de 1954, a Solene em 17 de Setembro de 1957 e foi ordenado sacerdote a 12 de Março de 1960;

·     Frei Ismael Pereira Teixeira - Nasceu a 28 de Outubro de 1974, em Valpaços. Fez a Profissão Simples em 8 de Setembro de 1995, a Solene em 27 de Novembro de 1999 e foi ordenado sacerdote a 06 de Agosto de 2001.

                                                                      

Na Foto, da esquerda para a direita: Frei Ismael, Frei Agostinho, Frei Fernando Millán (Superior Geral), Frei Francisco, Frei Ricardo e Frei Henrique.
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 Seguinte > Final >>

Pág. 5 de 6

Calendário Carmelita

Junho 2019
D S
26 27 28 29 30 31 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 1 2 3 4 5 6

Estatísticas

Visualizações de conteúdos : 2167869

Utilizadores Online

Temos 50 visitantes em linha