“Família Carmelita” nº 77 - 2017 Versão para impressão

“Família Carmelita” nº 77 - 2017

 alt 

Caríssimo Amigos e Leitores da “Família Carmelita”! 

Acaba de sair mais um número da revista “Família Carmelita”. O seu conteúdo continua a fazer eco

da celebração do Centenário das Aparições de Nossa Senhora em Fátima, e da visita que o Papa Francisco nos fez ao vir à Cova da Iria nos dias 12 e 13 de Maio do corrente ano, tendo como ponto alto a canonização dos pastorinhos Francisco Marto e Jacinta Marto. Para que isto fosse possível, duas crianças (pastorinhos) intercederam junto de Deus e de Nossa Senhora pela cura de uma outra criança. O miraculado chama-se Lucas. Pusemo-nos a caminho e conseguimos entrar em contacto com os pais do menino Lucas e do Carmelo de Campo Mourão (Paraná-Brasil) e recolhemos os testemunhos destas duas fontes para sabermos como tudo aconteceu. A canonização dos Beatos Francisco e Jacinta Marto passou por um Carmelo e uma Carmelita. Significativo!...

A abrir este número da revista “Família Carmelita” aparece uma entrevista com o Superior da Ordem do Carmo em Portugal, Fr. Ricardo dos Reis Rainho, a propósito da sua reeleição para um novo mandato de três anos à frente desta porção do Carmelo.

Para muitas pessoas falar em Carmelo é falar de oração. E está certo. O nosso confrade Fr. Pedro Bravo redigiu um artigo muito oportuno sobre a aridez na oração. Estamos certos que a matéria será bem acolhida e terá efeitos benfazejos pois é muito actual e experimentada por muitas pessoas.    Faz muito bem ter em conta o que São João da Cruz diz relativamente aos orientadores (directores) espirituais. O Pe. Joaquim Teixeira, OCD, conduz-nos até este santo para sabermos o que ele nos aconselha nesta matéria tão delicada, oportuna e necessária. Não podemos improvisar e viver de “lugares-comuns” e “slogans” repetidos até à saciedade, ficando-nos pela superfície. Vem a propósito a publicação de uma parte da comunicação feita na Assembleia da União dos Superiores Gerais, em Roma, pelo nosso Superior Geral, Fr. Fernando Millán Romeral, que versa a formação permanente.

Este número da revista “Família Carmelita” sai num período em que por todo o lado há festas. O Sr. Bispo Emérito de Beja, D. António Vitalino, O. Carm., partindo de várias fontes, oferece-nos um artigo oportuno a que deu o título “Uma espiritualidade inculturada”.

Enquanto foi possível, pretendemos que este número assentasse em três pilares: formação, informação e oração. Outros assuntos destas três áreas podeis encontrar em “Família Carmelita” que agora chega às vossas mãos.

Este número é o último em que tenho a responsabilidade de “director” da revista. Muito obrigado a todos vós e aos que comigo trabalharam de forma directa e indirecta, e desejo à nova equipa as maiores felicidades na condução deste projecto editorial da Ordem do Carmo em Portugal. 

Fr. Manuel Castro, O. Carm