Carta do Prior Geral a Sua Santidade Francisco

 

A Sua Santidade

Papa Francisco

 Roma, 14 de Março de 2013

Santidade,

Ontem à noite acolhemos com grande alegria a notícia do anúncio da Sua eleição e damos graças ao Senhor por nos ter dado na Sua pessoa o novo sucessor de Pedro na sede episcopal de Roma.

Em meu nome pessoal e de toda a Ordem Carmelita desejo dirigir-Lhe uma afectuosa e filial felicitação neste momento em que se dispõe a assumir o serviço do Povo de Deus.

Sentimo-nos especialmente perto de Si, sobretudo quando nos convidou a rezar pelo Santo Padre Bento XVI e depois uma petição da bênção divina para Si, no início do Seu novo ministério como Bispo de Roma e Pastor da Igreja Católica. Estamos convencidos da necessidade da oração, conhecemos a sua eficácia e esforçamo-nos por aprendê-la e comunicar a arte.

A referência à Santíssima Virgem, a quem hoje quis prestar homenagem como primeiro gesto do Seu pontificado, comove-nos e chama-nos urgentemente a tornarmo-nos, como Maria, portadores para todos da pessoa de Jesus, humildes comunicadores, fortes na debilidade e na pobreza evangélica, eloquentes no silêncio.

Desejamos que possa ser como o Pobrezinho de Assis, de quem quis assumir o nome, um simples e humilde instrumento de fraternidade, de diálogo e de paz. Ao mesmo tempo pedimos que o Senhor Lhe conceda o ardor missionário do seu irmão São Francisco Xavier. Que a inspiração destes dois grandes santos Lhe conceda estender a mão com caridade evangélica para o interior da Igreja, sempre necessitada de conversão, aos irmãos e irmãs cristãos de outras Igrejas e confissões, aos crentes no Deus de Abraão, como a todos aqueles que adoram a Deus e a toda a pessoa de boa vontade.

O Senhor Jesus que continua a conduzir a Igreja sua esposa, Lhe conceda a graça de conduzir com sabedoria e fortaleza a barca de Pedro através das ondas do nosso tempo, rico de formidáveis oportunidades como também de terrível pobreza material e espiritual.

Maria, nossa Mãe e Irmã, Estrela do Mar, O acompanhe e sustente para que possa orientar o Povo de Deus para o porto esperado.

Enquanto elevamos a nossa acção de graças a Deus por nos ter dado em Si o novo Papa, desejamos expressar-Lhe também um sentido agradecimento por ter aceite a eleição dos Seus “irmãos cardeais”.

Asseguramos-Lhe a nossa fidelidade incondicional e, sobretudo, a nossa oração, pelo Seu ministério e pela Sua pessoa. Estamos prontos e dispostos a colaborar seja de que forma for na obra da evangelização, do serviço, particularmente aos mais pobres, e na animação da vida espiritual. Desejamos acompanhá-Lo no difícil e fascinante caminho “para o cimo do monte, que é Cristo o Senhor” (Oração da Colecta da Missa da Solene Comemoração da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo).

Juntamente com os irmãos e as irmãs da Ordem e com todos os membros da Família Carmelita, que não deixam de orar por Si e pela Igreja, peço-Lhe uma bênção particular.

Devotamente no Senhor

 

Pe. Fernando Millán Romeral, O. Carm.

Prior Geral

Caminhos Carmelitas

  • 13
    Dia 13! Que sorte porque é dia, que azar porque é dia 13; que sorte porque não é sexta-feira, que azar por já ser sábado ou por estar ou não a chover. Curioso… À medida que a fé vai perdendo...
  • 28º Domingo do Tempo Comum – Ano A
    Deus prepara o seu banquete para todos Na parábola do banquete nupcial descrita pelo evangelista São Mateus neste 28º Domingo do Tempo Comum (Ano A) Jesus traça o projecto que Deus concebeu para a...
  • A oração de Elias
    Retomamos o tema da oração na vida de algumas figuras bíblicas, contemplando hoje a oração de Elias. O profeta é exemplo de todas as pessoas de fé, que, não obstante tentações, desânimos e...
  • Jesus, pacifica-me
    Jesus, como é difícil conter aquilo que me vem ao pensamento e que me controla, enredando-me num torvelinho de sentimentos do passado, de medos do futuro, de preocupações sobre aquilo que...
  • 27º Domingo do Tempo Comum – Ano A
    Quando vier o dono da vinha, que fará àqueles vinhateiros? Jesus, prevendo a sua paixão e morte, relata a parábola dos vinhateiros homicidas, para admoestar os chefes dos sacerdotes e os anciãos do...
  • A cruz
    Assim, o compromisso de “tomar a cruz” torna-se participação com Cristo na salvação do mundo. Pensando nisto, façamos com que a cruz pendurada na parede de casa, ou a pequena que usamos ao peito,...

Santos Carmelitas