Vocação Carmelita

1.  O nosso propósito de vida:

  • Viver em obséquio de Jesus Cristo e servi-lo fielmente com coração puro e recta consciência.
  • Seguir Jesus e servi-lo na Igreja, imitando os modelos da Virgem Maria e do Profeta Elias.

2.  De Maria aprendemos a ser de Deus para O servir no próximo

  • Maria é toda de Deus e convida-nos a ser todos de Deus, a louvar a Deus com os nossos corpos, com o nosso serviço, o nosso acolhimento, transformando as nossas relações com Deus e com o próximo.

3.  Maria ensina-nos o que significa «crer»!

  • Crer vem do latim, credere, “cor dare” – dar o coração, por isso, é muito mais do que um simples consentimento ou a ausência de qualquer dúvida.
  • Crer é entregar totalmente o coração, é colocar-se por completo à disposição de Deus.

4.  De Maria recebemos o Escapulário

  • A devoção a Maria exprime-se, entre os carmelitas, mediante o Escapulário.
  • O Escapulário é sinal e memorial da comunhão com os irmãos da Ordem do Carmo, que se dedicam ao serviço de Nossa Senhora para o bem de toda a Igreja.
  • O Escapulário é um espelho da humildade e da castidade de Maria; pela sua simplicidade ele convida-nos a vivermos na modéstia e na pureza.

5.  O espírito de Elias repousa sobre a Ordem do Carmo

  • Elias é o profeta da obediência à Palavra do Senhor.
  • Procuramos, como ele, viver na Presença de Deus, sob a nova Aliança sinalizada na Eucaristia.
  • Reconhecemos na nossa vocação um chamamento ao ministério profético, de denúncia e anúncio, de chamamento do povo à obediência à Palavra de Deus.

6.  O manto profético atravessa os séculos

  • Num mundo ainda marcado pelo pecado, na luta contra as potestades espirituais e os poderes terrenos da maldade, Deus levanta, no meio do seu povo, o seu Corpo, a Igreja, pessoas com o carisma especial do profetismo.
  • A missão profética é irrecusável, é importante, e terá êxito pela unção do Espírito de Deus.

7.  O nosso carisma e compromisso:

  • Meditar dia e noite na Lei do Senhor, mantendo o espírito alerta por meio da oração.
  • Celebrar a presença de Cristo na Eucaristia.
  • Partilhar a vida na fraternidade.
  • Servir a Igreja com espírito operoso.
  • Manter o espírito vigilante e silencioso na oração.

8.  O nosso Promotor Vocacional:

Frei Rogério da Silva Torres, O. Carm.
CEOC – Ordem do Carmo
Tel. 213 875 179 /Fax. 213 873 507
Rua de Santa Isabel, 128
1250-208 LISBOA

Mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Caminhos Carmelitas

  • Acompanhamento e oração
    A segunda linha é acompanhamento e oração. O Carmelo é sinónimo de vida interior. Os místicos e os escritores carmelitas entenderam que “estar em Deus” e “estar nas suas...
  • Santa Teresa de Jesus – 15 de Outubro
    – Por males que faça, quem começou a ter oração, não a deixe, pois é o meio por onde pode tornar a emendar-se e, sem ela, será muito mais dificultoso. […] A quem ainda não a começou, por amor...
  • Cura a lepra do meu coração e dá-me um coração de filho
    Dá-me um coração de filho! Sim, Pai, dá-me um coração de filho, um coração que confie e que se abandone, um coração manso e humilde, um coração que se entregue e se renda, e, sobretudo, um coração...
  • 28º Domingo do Tempo Comum – Ano C
    “A tua fé te salvou” (Lc 17, 19) «A tua fé te salvou» (Lc 17, 19). É o ponto de chegada do Evangelho de hoje, que nos mostra o caminho da fé. Neste percurso de fé, vemos três etapas:...
  • Peregrinação internacional aniversária de Outubro
    Nos dias 12 e 13 de Outubro realiza-se a Peregrinação internacional aniversária de Outubro à Cova da Iria que evoca a 6ª aparição de Nossa Senhora do Rosário de Fátima aos pastorinhos em 1917. O que...
  • Fidelidade e contemplação
    Deus abençoou o Carmelo com um carisma original para enriquecer a Igreja e para comunicar ao mundo a alegria do Evangelho, partilhando o que recebestes com entusiasmo e generosidade: “De graça...

Santos Carmelitas