Beatificação da Madre Candelária

 Image

Hoje, 27 de Abril de 2008, é beatificada, na capital venezuelana, a Madre Candelária de São José (Susana Paz Castillo Ramírez – 1863-1940), virgem, fundadora da Congregação das Irmãs Carmelitas da Ordem Terceira Regular da Venezuela. É a segunda venezuelana a ser elevada aos altares.

A cerimónia solene tem lugar em Caracas e é presidida pelo Cardeal português José Saraiva Martins, perfeito da Congregação para a Causa dos Santos, como delegado do Papa. Presentes, em nome da nossa Ordem, o Prior Geral – Pe. Fernando Millán Romeral, O. Carm.; o Conselheiro para as Américas, Pe. Raul Maravi, O. Carm. e o postulador da causa, Pe. Felip Amenos Bonet, O. Carm.

Nascida em Altagracia de Orituco a 11 de Agosto de 1863, Susana Paz Castillo Ramírez (seu nome de Baptismo) acolheu com entusiasmo o chamamento de deus à santidade e, desde muito jovem, sobressaiu na prática da caridade viva e efectiva, com a qual atendeu, consolou e curou os doentes e feridos que as contendas bélicas tinham deixado nas ruas da sua cidade natal. Animada pelo prebítero Sixto Sosa, mais tarde Bispo de Cumaná, consagrou-se ao serviço dos doentes no Hospital “Santo António”, fundado em 1903, em Altagracia de Oriuco.A seguir, em conjunto com o padre Sosa, iniciou a fundação de uma nova Congregação Religiosa dedicada ao serviço dos pobres, a qual foi definitivamente constituída em 31 de Dezembro de 1910, com o nome de “Congregação das Irmazinhas dos Pobres de Altagracia de Orituco”. Posteriormente, a Congregação agregou-se à Ordem do Carmo e tomou o nome de Terceiras Carmelitas Regulares. Hoje são conhecidas como Irmãs Carmelitas Venezuelanas ou Carmelitas da Madre Candelária.

Com muito entusiasmo, apesar das dificuldades económicas da Congregação e da escassez geral de recursos, a Madre Candelária realizou um extenso trabalho de atenção aos feridos das guerras e aos doentes mais pobres, manifestando uma grande confiança na Divina Providência e amor intenso aos mais necessitados. Fruto dos seus esforços foi o estabelecimento de vários hospitais nas planícies e no oriente do país, quando a atenção do Estado à saúde era muito deficiente.

Pelo seu ardente amor a Deus e pela sua entrega generosa e abnegada aos pobres, sob a direcção dos bispos e em companhia das religiosas da sua congregação, esta nova beata venezuelana é hoje exemplo de virtudes, das quais se destaca a sua fé viva e intensa em Jesus Cristo, nosso único Salvador, a união e o amor à Igreja (particularmente aos Bispos da Venezuela) e a mais viva caridade para com os mais pobres. - Fonte: CITOC -

Caminhos Carmelitas

  • Oração a Nossa Senhora
    Maria, modelo daqueles que não contam, dá-nos apreço pelo trabalho discreto, e faz-nos chegar à satisfação íntima de não nos sentirmos importantes. Maria, Mãe do impossível, ajuda-nos a vencer as...
  • Mostra-nos Jesus, bendito fruto do teu ventre
    ”Ninguém viu o Pai, diz-nos São João, senão o Filho e aqueles a quem o Filho o quis revelar.” Parece-me que também se pode dizer: “Ninguém penetrou o mistério de Cristo na sua profundidade, a não...
  • Centenário do nascimento de São João Paulo II (18 de Maio, 1920 – 18 de Maio, 2020)
    São João Paulo II e o Escapulário São João Paulo II usava o escapulário de Nossa Senhora do Carmo, desde o dia em que lhe foi imposto na sua Primeira comunhão (1929). Nunca mais dele se separou, nem...
  • 6º Domingo da Páscoa – Ano A
    “Não vos deixarei órfãos” O Evangelho do 6º Domingo da Páscoa, (Ano A), (Jo, 14, 15-21), apresenta duas mensagens fundamentais: a observância dos mandamentos e a promessa do Espírito Santo. Jesus...
  • As catequeses do Papa Francisco sobre as Bem-Aventuranças
    De 29 de Janeiro de 2020 a 29 de Abril o Papa Francisco apresentou nove catequeses sobre as Bem-Aventuranças. Indicamos a seguir os endereços electrónicos que dão acesso às mesmas. 29 DE JANEIRO: As...
  • Voltaremos juntos aqui, em acção de graças
    Ainda há pouco estávamos a viver com uma confiança imensa no poder cientifico-técnico, no poder económico-financeiro, pensando que estaríamos, porventura, imunes a qualquer epidemia ou, se ela...

Santos Carmelitas